Publicidade

 

Publicidade

 
07/08/2012 - 11h51

Com crise, formandos nos EUA aceitam vaga fora da área de formação

DE SÃO PAULO

Atualizado às 11h55.

Segundo pesquisa da universidade Rutgers (State University of New Jersey), a recessão nos EUA, que terminou em meados de 2009, ainda atrapalha o "sonho americano" dos jovens do país.

Segundo o estudo, 27% dos entrevistados estão em um emprego que exige nível de qualificação menor do que a que os jovens possuem.

O levantamento também indica que 23% concordaram em trabalhar em uma área fora do campo de especialização ou que não se relaciona com os cursos que fizeram durante a vida.

Finep distribuirá R$ 9 milhões em prêmios para projetos de inovação
Três multinacionais abrem ao menos 230 vagas para estagiários e trainees
Consultoria aponta 7 carreiras que estão em alta nas empresas
Evento de RH trará palestras sobre perfis de profissionais

A pesquisa ouviu 444 jovens que se graduaram nos Estados Unidos entre 2006 e 2011. Segundo a universidade, a amostra tem tamanho adequado para representar todo o universo de graduandos no país.

Do total de entrevistados, 75% afirma que desde o final da faculdade conseguiram ao menos um emprego em tempo integral. Apesar disso, 24% das pessoas ouvidas relatam ganhar "muito menos" do que esperavam para o primeiro emprego.

De acordo com o estudo, o pagamento por hora para profissionais iniciantes diminuiu 17% em 2009-2001 na comparação com o período 2006-2007.

 

Publicidade

 
Busca

Encontre vagas




pesquisa

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade


Livraria da Folha

Meus Tiranos Favoritos

Meus Tiranos Favoritos

Bob Lutz

Comprar
Confrontos Decisivos

Confrontos Decisivos

Al Switzler, Joseph Grenny, Kerry Paterson e Ron Mcmillan

Comprar
Termine Este Livro

Termine Este Livro

Keri Smith

Comprar