Publicidade
04/11/2015 - 15h34

Brasil cai três posições em ranking de proficiência em inglês; RO é Estado mais mal avaliado

DE SÃO PAULO

Atualizado em 05/11/2015 às 15h02.

O Brasil caiu três posições na edição de 2015 do Índice de Proficiência em Inglês (EPI, em inglês), realizado pela empresa de educação internacional EF Education First.

O Brasil ocupa a 41ª posição em um ranking com 70 países, mostra o estudo divulgado nessa quarta (4). O país ficou com 51,05 pontos no levantamento, valor 1,09 ponto maior do que no ano passado, mas ainda avaliado como "proficiência baixa".

No país, apenas Distrito Federal (54,17 pontos) e São Paulo (53,6) têm proficiência considerada moderada. O Estado de Rondônia é o mais mal avaliado, com 44,79 pontos e proficiência muito baixa.

Divulgação/EF EPi
Países em azul tem maior proficiência. Em laranja, os mais mal avaliados (Foto: Divulgação/EF EPi)
Países em azul tem maior proficiência. Em laranja, os mais mal avaliados (Foto: Divulgação/EF EPi)

Enio Ohmaye, 59, diretor de tecnologia da EF, afirma que um dos fatores para explicar a queda do Brasil é o fato de que, em 2015, sete países entraram no ranking e dois deles (Luxemburgo e Lituânia) estão à frente do país.

Ele destaca, contudo, que a pontuação absoluta brasileira aumentou, e o país ultrapassou nações importantes como China e Emirados Árabes Unidos.

Por outro lado, México, Chile e Ucrânia, que apareciam abaixo do Brasil em 2014, evoluíram mais que o país e agora estão a sua frente na lista.

O ranking usa testes on-line para avaliar gramática, vocabulário, leitura e compreensão. Para os dados deste levantamento, foram consideradas provas aplicadas em 2014 a 910 mil adultos de 70 países que não têm o inglês como idioma nativo.

O EPI calcula os resultados dos testes segundo o quadro europeu comum de referência para línguas, que vai da categoria A1 (domínio básico) a C2 (domínio total). Todos os países avaliados no EPI entraram em grupos correspondentes aos níveis A2-B2, intermediários. Nenhum país teve pontuação média que o colocasse no nível mais baixo, A1, ou nos dois níveis mais altos, C1 e C2.

MUNDO

Segundo o EPI 2015, o país com maior proporção de habitantes com proficiência na língua inglesa é a Suécia, seguida de Holanda e Dinamarca. Os países em que o índice é mais baixo são Arábia Saudita, Camboja e Líbia.

Já na América Latina, a Argentina e República Dominicana são as mais bem avaliadas. O Brasil aparece em sétimo lugar na região.

Índice de Proficiência em Inglês

+ Erramos

  • Distrito Federal e São Paulo têm proficiência moderada, não alta. O texto foi corrigido.
 

Publicidade

 
Busca

Encontre vagas




pesquisa

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade


Pixel tag