Publicidade
15/11/2015 - 03h23

Empresas apostam em escritórios com cara de área de lazer; veja fotos

GABRIELA STOCCO
DE SÃO PAULO

Para atrair e reter os melhores talentos, algumas empresas passaram a usar estratégias como modelos de trabalho flexíveis e ambientes mais agradáveis.

Os "espaços de descompressão" vão desde os mais elaborados, como uma quadra de basquete no prédio da Adobe Systems, em Utah, nos Estados Unidos, até opções que podem inspirar pequenas empresas, como uma sala com colchões, onde os funcionários podem descansar depois do almoço.

No escritório da empresa de tecnologia Pmweb, em Porto Alegre, a "sala dos tatames", com sistema de teleconferência e colchões, é usada para reuniões - mas os empregados também podem descansar depois do almoço.

Gabriela Busnadiego, 27, coordenadora de recursos humanos da empresa, afirma que o espaço descontraído traz bons resultados: "Talvez não melhore diretamente a produtividade, mas o ambiente interessante atrai bons funcionários, que trazem bons resultados".

"Empresas de tecnologia dão muita importância para criar um ambiente onde os funcionários queiram ficar o dia inteiro", afirma Leonardo Caion-Demaestri, 29, líder para América Latina de projetos de arquitetura corporativa com foco em tecnologia do escritório de arquitetura Gensler.

Ele afirma que a presença de espaços de relaxamento e troca entre funcionários é uma tendência principalmente entre companhias com funcionários jovens. Ele dá o exemplo de uma sala de estar bem ao lado da área de trabalho. "O funcionário está constantemente se deslocando pelo espaço, e sempre trabalhando. É uma pausa em trabalho", diz.

"Muitas marcas estabelecidas estão competindo com as empresas jovens pelos melhores talentos, por causa do ambiente de trabalho e cultura das novas companhias. Por isso, muitos clientes com os quais trabalhamos estão revendo seus escritórios", afirma Nicola Osborn, 40, diretora de design do estúdio de arquitetura britânico MoreySmith.

Para Osborn "os espaços que aparentemente não são de trabalho são na verdade os mais produtivos. São os espaços mais movimentados, onde as pessoas vão com seus laptops e tablets e se conectam".

O segredo é fornecer internet, tomadas e mobiliário confortável em espaços como cafés, cozinhas, salas de estar e espaços ao ar livre.

Osborn conta que, na nova sede da Coca-Cola em Londres, projetada pelo MoreySmith, há espaços que lembram uma casa, como cozinha e sala. "No escritório anterior, muitos colaboradores estavam optando pelo home working, e algumas pessoas estavam isoladas do time, não estavam colaborando efetivamente. Então queriam esse ambiente doméstico e confortável, que não se parece como um escritório típico."

 

Publicidade

 
Busca

Encontre vagas




pesquisa

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade


Pixel tag