Publicidade
22/05/2016 - 02h00

Saber lidar com os erros e até evitar o café podem ajudar a escapar do estresse ruim

ANNA RANGEL
DE SÃO PAULO

Nove em cada dez trabalhadores relatam sofrer de ansiedade no trabalho, segundo pesquisa da Isma-BR (International Stress Management Association no Brasil).

Apesar de comumente associado a sintomas negativos como nervosismo e até depressão, o estresse no ambiente de trabalho não é necessariamente ruim. Segundo especialistas, há formas de usá-lo para aumentar a produtividade.

"O estresse vem de qualquer situação que requer adaptação, que pode ser positiva para alguns e negativa para outros. É a cor das lentes que a pessoa usa que determina sua percepção do momento", diz Ana Maria Rossi, presidente da Isma-BR.

Ela explica que há duas definições para o termo: o "eustress", que ajuda a afiar a criatividade, e o "distress", atrelado ao nervosismo.

Para encarar os problemas no escritório com o "eustress", Rossi diz ser importante não se intimidar com um possível resultado negativo.

"Identifique seus erros, aprenda com eles e, mais importante, tente fazer de novo", diz. Isso minimiza o peso da tomada de decisões e permite que a pressão seja um estímulo a obter resultados melhores e não um peso.

Já a fórmula sugerida por Armando Ribeiro, coordenador do Programa de Avaliação do Estresse do Hospital Beneficência Portuguesa, é apelar ao bom humor.

Se o profissional percebe algum sintoma de nervosismo, ele recomenda fazer um intervalo para se recuperar.

Mas fuja do café, diz Ribeiro, já que ingerir estimulantes faz com que o corpo produza o cortisol, conhecido como hormônio do estresse.

"Em vez disso, faça pausas para observar a respiração, sentir se seu corpo está contraído, endireitar a postura, se alongar ou andar um pouco", explica o especialista.

Alternar as atividades também pode ajudar. "O trabalho diário muitas vezes demanda atividades repetitivas, o que leva, com o passar do tempo, ao estresse. Interrompa esse fluxo fazendo coisas diferentes", afirma.

Decorar a mesa com plantas e fotografias é outra recomendação para melhorar a forma como o profissional enfrenta as dificuldades.

A bagunça na estação de trabalho é um indicador de estresse, segundo Ribeiro. "Os momentos para arrumar a mesa servem para organizar a vida."

DENTRO E FORA
Para quem quer reduzir o estresse negativo, buscar o equilíbrio é uma tarefa não apenas para o escritório, mas para fora dele também.

Dormir e se alimentar bem, praticar uma atividade prazerosa e fazer esportes ajudam a levar para o trabalho a calma necessária para tomar decisões melhores.

Essa é a técnica do diretor de vendas da farmacêutica Bayer Luciano Müller, 55.

"Aproveito jogos de squash no condomínio onde moro para colocar para fora as emoções, me expressar e me renovar", afirma.

Esse equilíbrio nem sempre é alcançado com facilidade.

O gerente de projetos na área de TI Marcelo Silva, 31, conta que saía da empresa em seu primeiro emprego com espasmos nervosos, que ele atribui a ter que lidar com os clientes de perto.

"Foi só com mais experiência que consegui deixar de levar a tensão para fora do escritório", diz. "Quando eu saía da empresa, tentava não pensar mais naquilo."

Para o presidente da Associação Brasileira de Recursos Humanos, Theunis Marinho, a prática é fundamental. "Há quem não se estresse, mas isso pede uma grande dose de treino diário."

Quem consegue, diz, transforma o estresse no "estalo do desespero", quando uma ideia surge no último minuto e resolve um problema. "Isso é um sinal de que a pressão foi positiva e se transformou em criatividade."

*

EM PAZ NO TRABALHO
Como lidar melhor com as demandas do dia a dia

SONO
Dormir menos que o necessário induz ao mau humor e ao nervosismo

ALIMENTAÇÃO
Uma refeição balanceada e na hora certa ajuda a combater os sintomas da ansiedade

ATIVIDADE FÍSICA
Receber uma dose pequena de adrenalina antes de começar o expediente energiza a pessoa

CONVERSA
Ao falar com um amigo ou parente, a pessoa se sente acolhida e consegue analisar melhor seus problemas

RELAXAMENTO
Meditação, ioga, exercícios de respiração, alongamento e artes marciais ajudam a manter o estresse baixo

ATITUDE
Não é possível controlar o comportamento dos outros, mas você pode rever a forma como você reage em casos de conflitos

COMUNICAÇÃO
Se há um problema no escritório, fale. Não é preciso ter vergonha. Tratar o colega mal sem dar explicações também não ajuda a melhorar a situação

Fonte: Armando Ribeiro, Isma-BR e ABRH-SP

 

Publicidade

 
Busca

Encontre vagas




pesquisa
Edição impressa

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade


Pixel tag