Publicidade

 

Publicidade

 
12/06/2011 - 13h10

Aumento do preço da refeição faz trabalhador buscar alternativas

MARCOS DE VASCONCELLOS
DE SÃO PAULO

Reportagem publicada neste domingo pela Folha mostra o aumento de 15,9% no preço da refeição fora de casa no último ano. O almoço em restaurantes está custando, em média, R$ 21,11.

Para o trabalhador, o impacto no bolso é grande, visto que o tíquete médio pago pelas empresas para alimentação é de R$ 10, segundo o presidente da Assert (Associação das Empresas de Alimentação e Refeição Convênio para o Trabalhador), Artur Almeida.

Para driblar essa disparidade, profissionais se organizam para definir valores de almoço. Os bancários, por exemplo, têm o valor do vale-refeição definido em convenção coletiva a cada ano. Em 2011, o valor recebido pelos funcionários por dia de trabalho é de R$ 18,15.

Juvandia Moreira, 38, que preside o Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, explica que a primeira negociação para que o valor da refeição constasse na convenção foi feita em 1991, mas que, todo ano, os bancários negociam o ajuste do valor.

Já o cirurgião-dentista Lauro Delgado Jr., 51, não tem com quem negociar o valor de suas refeições, pois tem um consultório familiar com a esposa e três filhos. A solução encontrada é almoçar em casa todos os dias.

"Optei por montar consultório perto da minha casa e os meus filhos, que hoje trabalham comigo, escolheram morar em casa em um raio de 5 km do local", conta Delgado.

Apesar de não morarem mais juntos, a família almoça junta praticamente todos os dias, segundo o dentista. A ideia é economizar. "Quando os cinco almoçam fora, o gasto é muito alto."

Roberto Baungartner, diretor de Relações Institucionais da Ticket (empresa de cartões de alimentação), diz que os restaurantes a peso têm aumentado presença no dia a dia dos trabalhadores, mas que o prato mais comum de se comer na rua ainda é o prato feito, também chamado de prato comercial.

 

Publicidade

 
Busca

Encontre vagas




pesquisa

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade


Livraria da Folha

Quebrei

Quebrei

Leonardo de Matos

Comprar
A Linguagem Corporal dos Líderes

A Linguagem Corporal dos Líderes

Carol Kinsey Goman

Comprar
Os Inovadores

Os Inovadores

Walter Isaacson

Comprar
A Maldade Humana

A Maldade Humana

Beatriz Breves e Virgínia Sampaio

Comprar