Publicidade
21/09/2014 - 01h30

Cômodos rotativos modificam fachada de casa no Irã

DE SÃO PAULO

Esta casa de sete andares em Teerã, no Irã, está em mudança constante.

O terreno, de 1.400 metros quadrados, é grande, porém estreito.

Para ganhar espaço, a fachada bidimensional virou 3D. Cômodos rotativos ampliam ou vedam a frente, de acordo com as estações do ano.

A preocupação com o clima faz parte da cultura arquitetônica do país. Uma casa típica do Irã tem Zemestan-Neshin (sala de inverno) e Taabestan-Neshin (sala de verão).

Com os volumes móveis, a tradição ganhou modernidade. No verão, a residência tem amplos terraços. No inverno, quando neva, eles se recolhem.

A técnica aplicada é simples, a mesma usada em cenários de teatro e exposições de carro.

Com as "caixas" fechadas, a luz natural entra pelo espaço central da casa, onde também estão pontes que ligam os dois lados da residência.

 

Publicidade

 
Busca

Encontre um imóvel









pesquisa

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade


Pixel tag