Publicidade
28/09/2014 - 02h00

Jovens montam empresa de delivery de roupas masculinas

DE SÃO PAULO

Homens que não gostam de ir ao shopping são o público-alvo do The Hunch Box, e-commerce de roupas montado por Guto Okamoto, 29 e Vinícius D'Angelo, 27.

"É natural de homem não gostar. Foi uma lacuna que a gente identificou e queríamos trabalhar" explicou Okamoto.

A ideia do negócio é permitir que os homens montem seus guarda-roupas sem ter que sair de casa, mas superando a limitação das compras on-line: não ter como provar.

Raquel Cunha/Folhapress
Guto Okamoto e Vinícius D'Angelo, fundadores do The Hunch Box, e Lais Brito, consultora de imagem
Guto Okamoto e Vinícius D'Angelo, fundadores do The Hunch Box, e Lais Brito, consultora de imagem

Desde janeiro de 2013, o cliente pode fazer um cadastro no site, onde constam as marcas preferidas e o tipo de roupa que gosta. Baseada nas respostas, a empresa envia uma caixa com oito a dez peças para a casa do cliente, que fica com elas por três dias.

Depois do prazo, o consumidor devolve o que não quer e paga apenas pelas peças que for adquirir.

"Vimos que existia esse modelo de negócios, mas só para clientes VIPs, e decidimos democratizar", diz Okamoto.

A loja não exige que o cliente cadastre um cartão de crédito. O pagamento pode ser feito para a pessoa que busca as caixas na casa.

Apesar do medo inicial de que o modelo adotado pudesse trazer dificuldades –os clientes poderiam usar as roupas para sair e devolvê-las depredadas–, Okamoto diz que não tem tido problemas.
"Nossa maior dificuldade é ampliação de estoque, que exige investimento", conta.

O investimento inicial foi de R$ 50 mil. A The Hunch Box tem 12 mil cadastros, sendo 4.000 ativos, ou seja, de pessoas que já efetuaram compras. A projeção dos sócios é fechar o ano com R$ 400 mil de faturamento.

A loja só atende o centro expandido da capital paulista, mas, em 2015, os sócios pretendem atender toda a capital e outras cidades.

VISÃO DO ESPECIALISTA

Otávio Lima, professor da área de moda da Universidade Anhembi Morumbi

PRATICIDADE

A possibilidade de receber os produtos em casa para experimentar é um diferencial

RISCO

A empresa pode acabar arcando com os custos desse sistema de entrega sem que o cliente efetue compras

 

Publicidade

 
Busca

Busque produtos e serviços


pesquisa

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade


Pixel tag