Publicidade
16/11/2014 - 02h31

Ex-alunos do ITA criam games para ensinar inglês

FELIPE MAIA
EDITOR-ADJUNTO DE "CARREIRAS"

Uma espécie de versão tecnológica dos exercícios do tipo "complete o espaço abaixo com a opção correta", mas pelo computador e com músicas e clipes de divas pop ou bandas de rock na tela. Essa é a aposta de três ex-estudantes do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica) para tentar fazer os clientes melhorarem o inglês.

Eles são fundadores da Backpacker, que cria games para o ensino da língua. Eles já tinham um, que leva o nome da companhia, em que o usuário simula uma viagem ao exterior e há dois meses lançaram o "Feel The Music", em que a ideia é indicar respostas corretas enquanto se assiste a clipes.

Divulgação
Caio Braz, fundador da empresa Backpacker
Caio Braz, fundador da empresa Backpacker

Nesse último, começaram a implantar uma estratégia para ganhar dinheiro: vender moedas virtuais para que os usuários possam comprar o acesso a canções. No ano que vem, também devem adotar o modelo de assinatura.

Caio Braz, 25, sócio da companhia, diz que o jogo consegue "entender" o nível do usuário com base nos erros que ele comete e sugerir canções mais adequadas.

O sistema também consegue identificar dificuldades do aluno e não repeti-las muito, para que o jogador não se desmotive no jogo.

A empresa, que tem sede em São José dos Campos (SP), emprega 23 funcionários e recebeu duas rodadas de investimento de investidores-anjo.

"Passamos um tempo em São Paulo, mas voltamos. Aqui tem muita gente boa e por valor mais acessível", diz Braz.

VISÃO DO ESPECIALISTA

DÁ O START
Jogos para aprendizado são uma tendência e há mercado no Brasil, onde a produção ainda é bastante pequena.

PAUSE
Os jogos grátis, com algumas ferramentas pagas, estão na moda. Se vão dar certo já é outra história.

 

Publicidade

 
Busca

Busque produtos e serviços


pesquisa

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade


Pixel tag