Publicidade
26/04/2015 - 02h00

Start-ups enviam lembretes médicos para celular de paciente

FILIPE OLIVEIRA
DE SÃO PAULO

Novas empresas querem dar uma ajudinha tecnológica a médicos e seus pacientes para que ninguém esqueça de tomar remédio, controlar a dieta e aparecer na hora marcada para a consulta.

Funcionando há um ano e meio, a start-up (iniciante de tecnologia) Tá Na Hora permite, a partir de sua plataforma Medico.com.vc, que os profissionais enviem mensagens de texto programadas para o celular dos pacientes.

A ferramenta pode ser usada por profissionais de nove especialidades e cada tratamento possui programa de mensagens e preço próprios -para lipospiração, por exemplo, são cobrados R$ 6 por paciente.

O sistema também envia questões simples, como "você teve febre?" ou "está com dor?", para que o médico possa intervir quando necessário, explica o canadense Michael Kapps, 26, cofundador.

Ele diz que a ferramenta ajuda a tirar dúvidas dos pacientes e, com isso, reduz o número de ligações que o médico recebe no consultório.

Outra maneira de fazer a ponte entre médicos e pacientes é proposta pelo aplicativo para celular Dr.Recomenda, criado pela endocrinologista Regina Diniz, 40, e pela economista Luiza Granado, 50.

Eduardo Knapp/Folhapress
A economista Luiza granado(a esquerda) e (a médica Regina Diniz, fundadoras da start-up Dr. Recomenda
A economista Luiza granado(a esquerda) e (a médica Regina Diniz, fundadoras da start-up Dr. Recomenda

Com lançamento programado para maio, ele tem versão simplificada gratuita que permite o armazenamento de informações sobre a saúde do usuário e de sua família.

Na versão completa, o aplicativo armazena resultados de exames, informações sobre diagnóstico e recomendações médicas.

Ela será disponibilizada em parceria com planos de saúde, laboratórios e indústrias do setor farmacêutico.

 

Publicidade

 
Busca

Busque produtos e serviços


pesquisa

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade


Pixel tag