Publicidade
15/05/2016 - 01h00

Programador cria 'clube de marmitas' para empresas de São Paulo

ANNA RANGEL
DE SÃO PAULO

O desenvolvedor web Peter Chen, 29, era informalmente o responsável por pedir o almoço para os colegas na start-up onde trabalhava.

Inspirado pela tarefa, criou a Marmotex, plataforma que entrega refeições para grupos de funcionários de empresas da cidade de São Paulo.

Bruno Santos/Folhapress
São Paulo, SP, BRASIL-12-05-2016: Peter Chun (29), fundador da Startup Marmotex, é retratado no restaurante Goog 4 You, parceiro de sua empresa. Foto: Bruno Santos/ Folhapress) *** NEGOCIOS *** EXCLUSIVO FOLHA***
Peter Chun, fundador da Marmotex, no restaurante Goog 4 You, em São Paulo

Os interessados se cadastram no site da Marmotex. Eles podem pedir o que cada um quer comer, dentre os restaurantes parceiros, até às 10h do mesmo dia ou agendar os pedidos com maior antecedência. A comida é entregue no horário combinado.

Os clientes frequentes ganham brindes como bebidas, sobremesa e manicure.

O pagamento é feito por cartão de crédito ou vale-refeição uma vez ao mês, em data escolhida pelo grupo.

O usuário não paga pelo serviço. A Marmotex cobra uma taxa dos restaurantes cadastrados em sua base.

O cardápio varia diariamente. Há desde saladas e sushi a comida árabe e mexicana.

Chen investiu R$ 10 mil para fazer pesquisa e criar a marca. Em seis meses, a empresa faturou R$ 90 mil.

"Antes, era eu quem procurava os restaurantes, hoje são eles que me abordam."

*

VISÃO DE ESPECIALISTA
Alessandra Andrade, coordenadora do Centro de Empreendedorismo da FAAP

COLABORATIVO
A criação dos grupos permite interação entre os funcionários e os brindes são uma vantagem para o cliente

SUPERVISÃO
O controle de qualidade dos alimentos servidos depende dos restaurantes e fica fora do alcance da empresa

 

Publicidade

 
Busca

Busque produtos e serviços


pesquisa
Edição impressa

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade


Pixel tag