Publicidade
22/09/2011 - 07h05

Empreendedores enfrentam problemas com contadores

CAMILA MENDONÇA
DE SÃO PAULO

Em 1996, Vitor Maradei abriu um estúdio multimídia e, desde então, relata, enfrentou dores de cabeça com contadores.

"Não pagavam impostos ou pagavam valores a mais, erravam o código da minha empresa. Já tive todo tipo de problema que você pode imaginar", afirma.

As dificuldades eram tão grandes que Maradei resolveu criar um site que ajuda micro e pequenos empresários a fazer sua própria contabilidade.

Lançado há um mês, o Contador Amigo já tem cerca de 500 empresários cadastrados.

O cadastro, conta Maradei, é grátis nos primeiros 30 dias e, depois desse período, os empreendedores que quiserem continuar com o serviço pagam R$ 50 por mês.

O valor é bem inferior aos cerca de R$ 300 que Sérgio Bigarella Filho, 31, pagava todo mês a um contador antes de aderir ao site. Dono de uma escola de inglês de um funcionário, com mais um sócio, Bigarella afirma que "cansou de se preocupar com o serviço".

Optante pelo Simples, o empreendedor diz que o valor que pagava ao contador "não compensava".

Diego Loza Pereira, 35, dono de uma agência digital, não chegou a enfrentar grandes problemas com contadores. Porém, preferiu deixar de pagar os cerca de R$ 200 por mês para um desses profissionais e optou pelo site.

"Nos últimos seis meses, [o valor do serviço do contador] aumentou duas vezes. Eu achei que não estava valendo a pena", afirma.

CUIDADOS
O conselheiro do CRC-SP (Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo), Sebastião Gonçalves, alerta que micro e pequenos empresários precisam de um aval de um profissional.

"Todas as empresas, com exceção do MEI [Micro Empreendedor Individual], precisam fazer escrituração contábil. E isso precisa de assinatura de um profissional", afirma ele.

Ele concorda que no mercado existem "péssimos profissionais" de contabilidade. Contudo, diz que os serviços oferecidos pelo site também podem ser buscados na página da Receita Federal. "Não há novidade."

Gonçalves também alerta que serviços de contabilidade vão além de calcular impostos e tributos a pagar. "Contador é quem faz balanço e orienta o empresário na gestão financeira da empresa", afirma.

Para escolher o profissional certo, ele aconselha a procurar indicações e auxílio do Sescon-SP (sindicato das empresas de serviços contábeis).

 

Publicidade

 
Busca

Busque produtos e serviços


pesquisa

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade


Pixel tag