Publicidade

 

Publicidade

 
19/08/2012 - 06h03

Honda NC 700X e Kawasaki Versys 650 encaram asfalto e terra

GUILHERME SILVEIRA
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Lançada como uma proposta diferente no segmento de alta cilindrada, a Honda NC 700X é uma moto polivalente, com aptidões para asfalto e terra. A novidade começa a ganhar as ruas brasileiras e já enfrenta a Kawasaki Versys 650, também japonesa e de características semelhantes.

A NC 700X foi projetada para ser racional e urbana. Seu trunfo é o enorme porta-objetos, localizado onde ficaria o tanque. O reservatório de gasolina foi parar debaixo do assento do garupa.

São fórmulas diferentes: a NC tem motor de alto torque, baixo giro e câmbio longo. Já a Kawasaki criou uma moto que gosta de girar alto, tem motor mais potente e transmissão com relações curtas. As duas têm seis marchas.

Ivan Ribeiro/Folhapress

A Honda é bastante econômica. No ciclo de consumo europeu, o fabricante informa que a NC 700X pode rodar 28 quilômetros com um litro de gasolina. A Kawasaki não oferece essa informação.

Ambas passam bem pelos corredores entre os carros. O guidão da Versys agrada por ser mais alto e de empunhadura mais fechada, enquanto o da Honda sobressai pelo maior ângulo de esterço.

São motocicletas arrojadas e atuais, com posições de pilotagem eretas e confortáveis.

Na Kawasaki, o farol é dividido em três seções. Na Honda, o conjunto traz apenas uma lâmpada para as funções de luz alta e luz baixa.

Editoria de Arte/Folhapress

A NC 700X peca pelo posicionamento das teclas de setas e buzina, difíceis de acionar rapidamente. Seu lampejador de farol alto, por exemplo, não tem botão próprio.

O para-brisa da Versys, com três regulagens de altura, protege mais o piloto. Porém, a Kawasaki perde no quesito bagageiro: não há porta-capacete.

Os painéis são equivalentes em informações. Na Honda, a tela é digital, de cristal líquido. A rival Versys tem conta-giros de ponteiro (mais fácil de visualizar) e iluminação por LEDs.

Ambas vibram pouco, mas a NC 700X é referência nesse quesito. É suave e silenciosa até demais. A Versys tem um ronco encorpado e suspensões com diversos ajustes, do macio ao esportivo. Na Honda, só é possível ajustar a pré-carga da mola traseira.

A Kawasaki Versys 650 custa a partir R$ 27.990. O único opcional é o freio com ABS, vendido por R$ 3.000.

A Honda NC 700X parte de R$ 27.490 e, como a concorrente, pode receber opcionalmente o ABS (R$ 2.500).

RESULTADO

A disputa é equilibrada. A Honda NC 700X é mais versátil, pois oferece suavidade para o dia a dia e a praticidade do grande porta-objetos. A Versys atende melhor a quem busca performance e gosta de viajar.

Na terra, o comportamento de ambas é bom. Apesar dos pneus voltados para o asfalto, a calibragem das suspensões permite um rodar seguro.

Pesa a favor da NC 700X a vasta rede de concessionárias e a facilidade de revenda. Mas poderia custar menos. Em Portugal, por exemplo, a Versys é 1.900 euros (R$ 4.700) mais cara que a Honda. Aqui, a diferença é de apenas R$ 500.

São motos que se encaixam bem nos mais diversos tipos de uso e oferecem um ano de garantia sem limite de rodagem. O comprador deverá fazer um test drive para compreendê-las por completo.

 

Publicidade

 
Busca

Encontre um veículo





pesquisa

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade


Livraria da Folha

Quebrei

Quebrei

Leonardo de Matos

Comprar
A Linguagem Corporal dos Líderes

A Linguagem Corporal dos Líderes

Carol Kinsey Goman

Comprar
Os Inovadores

Os Inovadores

Walter Isaacson

Comprar
A Maldade Humana

A Maldade Humana

Beatriz Breves e Virgínia Sampaio

Comprar