Publicidade
30/10/2014 - 13h42

Greenpeace protesta contra carros poluentes no Salão do Automóvel de SP

DE SÃO PAULO

A cerimônia de abertura do Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, na capital paulista, foi marcada nesta quinta-feira (30) por um protesto do Greenpeace, entidade em defesa do meio ambiente.

Com uma faixa em defesa de veículos menos poluentes, o ativista subiu ao palco das autoridades presentes e permaneceu por quase três minutos posicionado na frente de convidados como o ministro Mauro Borges (Desenvolvimento), o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o prefeito da capital paulista, Fernando Haddad.

"Chega de enrolação, carros eficientes já", pedia a faixa, com os símbolos de Fiat, Chevrolet e Volkswagen.

Um representante do cerimonial do Palácio dos Bandeirantes tentou tirar o ativista do palco, mas o governador interveio. "Deixa, deixa", disse.

Na sequência, o presidente da Reed Exhibitions, Juan Pablo de Veras, empresa responsável pela organização do evento, pediu, ao microfone, para o ativista deixar o palco. "Eu quero pedir ao colaborador para que nos deixe continuar o evento", disse.

Cercado por seguranças do evento, o manifestante cedeu e deixou o local.

Lalo de Almeida/Folhapress
Greenpeace faz protesto por carros híbridos no Salão do Automóvel de São Paulo
Greenpeace faz protesto por carros híbridos no Salão do Automóvel de São Paulo

Confira abaixo o serviço sobre o Salão, que será aberto ao público nesta quinta-feira (30).

Editoria de arte/Folhapress
Carolina Daffara Ferreira/Editoria de Arte/Folhapress
Carolina Daffara Ferreira/Editoria de Arte/Folhapress
Carolina Daffara Ferreira/Editoria de Arte/Folhapress
 

Publicidade

 

Publicidade

 
Busca

Encontre um veículo





pesquisa

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade


Pixel tag