Publicidade
10/03/2013 - 06h30

Para professor, projeto em design é mais educativo do que rentável

COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Concursos, em geral, têm o papel de incentivar e gratificar com dinheiro ou prestígio o trabalho de estudantes. A iniciativa da Meu Móvel de Madeira vai nesse sentido.

Empresa dá curso sobre produção de móveis e garimpa talentos

O chefe do departamento de design da Univille (SC), João Carlos Vela, valoriza a iniciativa à medida que propícia o conhecimento das necessidades do mercado.

"O aluno descobre coisas que a faculdade não consegue ensinar como, por exemplo, a velocidade dos meios de produção", diz.

No entanto, a experiência oferecida pela marca catarinense é, para o professor, tem um caráter mais educativo do que rentável.

"O royalty é um incentivo, porém insatisfatório quando comparado à remuneração oferecida hoje."

Alexandre Oliveira, coordenador do projeto, ressalta a proposta de promover a relação entre mercado e estudantes.

"A nossa meta é continuar a promover o feedback do universitário com o mercado e, ao mesmo tempo, revelar novas tendências no mundo do design", afirma.

Segundo ele, a empresa planeja expandir o projetos para universidades de outros Estados neste ano. (JULIA BENVENUTO)

 

Publicidade

 
Busca

Encontre um imóvel









pesquisa

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade


Pixel tag