Publicidade
03/06/2013 - 20h32

Zynga irá demitir 520 funcionários

DE SÃO PAULO

A empresa de game sociais Zynga anunciou que irá demitir 18% da sua força de trabalho - o equivalente a 520 funcionários. O objetivo é o corte de custos e a reestruturação da companhia. A redução do quadro de colaboradores ocorrerá em todas as funções e deverá ser concluída em agosto.

A decisão irá afetar o escritório da empresa de jogos em San Francisco, na Califórnia, mas também inclui o fechamento dos escritórios de New York, Los Angeles e Dallas. Atualmente, a Zynga tem cerca de 2.900 trabalhadores. Os cortes devem proporcionar uma economia de U$ 80 milhões, segundo nota divulgada pela companhia.

A Zynga, que é mais conhecida pelo jogo "Farmville", continuará a ter as grandes unidades de São Francisco, Beijing, na China, e Bangalore, na Índia, bem como as menores de Seattle e San Diego.

Pequenas empresas mostram como competir com companhias gigantes
Revista americana divulga lista das cem pessoas mais criativas do mundo

Fontes teriam dito ao site "All Things Digital" que a razão para os cortes seria o fato do declínio do negócio ter sido mais drástico do que o previsto, enquanto o aumento dos negócios de telefonia móvel tem sido mais lento do que o projetado.

Em abril, o presidente-executivo da Zynga, Mark Pincus, optou por receber um salário anual de 1 dólar em 2013, além de abrir mão de todos os bônus em dinheiro. Na época, as ações da empresa chegaram a acumular queda de quase 80%, ao pico de US$ 14,69.

Paul Sakuma - 26.jun.12/Associated Press
Presidente-executivo da Zynga, Mark Pincus desce do palco após apresentação nos EUA
Presidente-executivo da Zynga, Mark Pincus desce do palco após apresentação nos EUA
 

Publicidade

 
Busca

Encontre vagas




pesquisa

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade
Publicidade

Publicidade


Pixel tag